13 de set de 2010

arrependimento não mata

O que eu sinto hoje é tão nostálgico quanto o que eu sentia antes e jurava que fosse verdade.Não sei quando isso começou,só sei que tá vindo de uma maneira tão rápida que vai me corroendo pouco à pouco.
As coisas acontecem sem alguma explicação coerente,não dá pra saber o que é certo e o que é errado quando estamos a um passo de fazer o que a gente supõe ser o certo...
Muitas vezes eu fiz coisas totalmente por impulso.
A maior parte das pessoas dizem que não se arrependem de nada do que fizeram anteriormente,mas eu digo: Eu me arrependo! E se pudesse faria tudo de novo. A única coisa pela qual eu não concordo,é ficar se lamentando,é difícil,eu sei.Mas vai trazer de volta? Provalvelmente não.
Me pego pensando em como as coisas iam bem,e eu não enxergava aquilo,não dava o valor que merecia,e me culpo ás vezes por eu ser tão desligada,mas não é justo comigo.Talvez.
Hoje,eu venho procurando dá muito valor aos momentos,pessoas,objetos..qualquer coisa que eu sei,que não vou me arrepender de ter zelado.

4 comentários:

  1. Realmente lamentar e viver de lembranças não traz muitos benefícios para o presente.. Parabéns pelo Blog...

    ResponderExcluir
  2. Conteúdo corriqueiro de blog, português precisa melhorar, precisa dar um jeito na parte cognitiva do blog, e depois de qualquer pontuação, vem o (espaço).

    Sobre o texto: Não acha que foi incoerente ao dizer que se arrepende, porém faria tudo novamente? rss

    Ah, sobre a letra, se fosse pra ser rap, com certeza seria mais fácil musicá-la, a letra remete à um pop. Sorte com o blog...

    ResponderExcluir
  3. Verdade, eu acho que se voce fez voce fez não adianta se arrepender do que se fez, ou se não fez faça e não se arrependa de tentar.

    ResponderExcluir